8 de dez de 2008

UM SHOW DE ATIVISMO




Debaixo de um sol escaldante, cerca de 150 ativistas deram um show de ativismo na manifestação "Lugar de animal não é no circo" em observação ao Dia Internacional dos Direitos Animais (dida 2008), organizada pelos grupos Holocausto Animal e VEDDAS. Por mais de 5 horas, os ativistas distribuíram quase 20 mil panfletos à população, empunharam banners, cartazes e faixas e entoaram gritos de guerra contra a exploração de animais em circos.
Destaque para a carreta de circo gentilmente emprestada pelo Rancho dos Gnomos que percorreu toda a extensão da Av. Paulista com ativistas enjaulados caracterizados de animais.
NÃO BASTA SER ATIVISTA DE COMPUTADOR, TEM QUE PARTICIPAR!
A TODOS AQUELES QUE COMPARECERAM O NOSSO MUITO OBRIGADO.
Fábio Paiva
coordenador geral
holocaustoanimal.org
veja as fotos da manifestação


5 comentários:

Andreia disse...

Olá!
Eu sugiro que o próximo seja feito mais tarde, por volta das 14 horas, se possível, pois assim mais pessoas comparecerão e haverá mais pessoas na Av. Paulista também.
Abraço!

lacey disse...

I recently came accross your blog and have been reading along. I thought I would leave my first comment. I dont know what to say except that I have enjoyed reading. Nice blog. I will keep visiting this blog very often.

Kate
http://educationonline-101.com

Lilian disse...

Foi mesmo emocionante estar lá, a manifestação foi muito bem organizada, os líderes conseguiram manter a galera ativa, apesar do sol e do cansaço, e a maior motivação foi lutar pra que finalmente esta prática arcaica e cruel de manter os animais em circo seja definitivamente abolida. Um abraço, Fabio, foi um prazer conhecê-lo.

Claudia Alves Cesar Botelho disse...

Adoraria participar de manifestações como esta mas, infelizmente, no Rio De Janeiro quase nunca acontecem...
Um abraço a todos os ativistas.

Julieta Menezes disse...

Quero deixar aqui registrado os meus sentimentos não só pela passeata como tb todo o trabalho do Fábio com os ativistas.Gostaria muito de morar aí em Sampa ou pelo menos no Rio, que é o do lado, para poder participar de toda esta jornada que considero muito coragosa e de bastante atitude.Penso que tem que ser por aí mesmo, tem que ir nas ruas, se acorrentar mostrar a cara edizer para que veio. Fiquei pensando agora que seria muito interessante provocar as pessoas nas ruas para um turismo dentro de um matadouro, talvez elas se sensibilizem.Pois diante de tudo feito ainda existem aqueles que continuam maltratando, comendo e cuspindo nos animais, talvezelas dentro do matadouro voltem atrás, ou atémesmo se elas não quiserem ir até lá, ponhe o matadouro nas avenidas, em praça púlblica, assim como arrancavam as cabeças dos pecadores na Europa séculos atrás!Quem sabe desta forma existe alguma reação deste mortos-vivos que estão desfilando pelas ruas!

Parabéns Fábio, esta luta é nossa!


Abraços,Julieta