5 de dez de 2006

NO PRÓXIMO DOMINGO...


















Nós os criamos, engordamos e matamos para nos servirem de alimento;

Testamos nossa curiosidade científica neles com o único propósito de beneficiar a nós mesmos;

Nós os roubamos de seus habitats para trancafiá-los em jaulas e gaiolas ou os exploramos em picadeiros e arenas para nos proporcionarem lucro e diversão;

Criamos e matamos para arrancar-lhes o couro e a pele, pela nossa ganância e futilidade;

Nós forçamos sua procriação para roubarmos seus filhotes e vendê-los como "animais de estimação";

A vida dos animais não-humanos não nos pertence. Assim como nós, eles possuem o interesse básico de não serem propriedade de ninguém. E, assim como nós, eles são capazes de sofrer.

Junte-se a nós Pelo fim da escravidão animal. Ajude-nos a devolver aos animais, aquilo que ninguém gostaria de perder: O DIREITO À VIDA, LIBERDADE E RESPEITO.

10 DEZEMBRO, DIA INTERNACIONAL DOS DIREITOS ANIMAIS

Os grupos de defesa dos direitos animais Pelo Fim do Holocausto Animal e VEDDAS (Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade) organizarão passeata em observação ao Dia Internacional dos Direitos Animais.(International Animal Rights Day – http://www.uncaged.co.uk/iard.htm). Desde 1998 a data é observada em diversos países. A manifestação será realizada pela primeira vez no Brasil. Além de São Paulo, o dia será lembrado em outras 16 cidades do país (Rio de Janeiro, Goiânia, São Carlos, Belo Horizonte, Ribeirão Preto, Porto Alegre, Campo Grande, Florianópolis, Natal, Fortaleza, Salvador, Curitiba, Araraquara, Joinville, Brasília e Piracicaba).


Data/Horário: 10 de dezembro, a partir das 10 horas.
Local: Av. Paulista esq. Ministro Rocha e Azevedo

Um comentário:

Mariana disse...

Nos próximos dias, o oceano azul do Antárctico irá ficar manchado de vermelho! Os seis navios baleeiros que irão matar 945 baleias já zarparam do Japão rumo àquele santuário natural. A não ser que façamos alguma coisa, a matança vai ser horrível É tempo de colocar um ponto final nesta barbárie. Para sempre.
O ano transacto, os milhares de mails e o activismo ambiental de muitos cidadãos espalhados por todo o mundo produziu os seus efeitos: uma das corporações mundiais mais poderosas que comercializava carne de baleia decidiu retirar esse produto do mercado antes que a sua imagem ficasse irremediavelmente danificada.
Este ano, a GreenPeace vai à raiz do problema. O que ela pede a todos os que queiram juntar-se nesta luta pelo fim da caça á baleia, é que transmitam e tornem públicas as suas ideias para novas acções em alto-mar.
As melhores dez serão levadas á prática.
Para contribuir com a sua: http://whales.greenpeace.org/br

Olhem isto: http://www.youtube.com/watch?v=lmZWvKri6us