1 de ago de 2006

















é por isso que eu insisto:
BOICOTEM ESSES MALDITOS
!!!
01/08/2006 - 08h09
Província da China manda matar 50 mil cachorros QUENTIN SOMMERVILLEda BBC BrasilUma província no sudoeste da China ordenou o abatimento de 50.546 cachorros, devido a um surto de raiva que já matou três pessoas. A informação foi divulgada pela imprensa oficial.Mais de 50 mil cachorros já foram mortos. As autoridades de Mouding precisaram de cinco dias para abater os animais.Alguns cães foram mortos a pauladas em frente aos próprios donos. Outros morreram por envenenamento ou eletrocutados. Os donos que decidiram abater os próprios cachorros receberam US$ 0,60 (cerca de R$ 1,30) por animal morto.Autoridades chinesas dizem que 360 pessoas foram mordidas por cachorros. Entre os mortos, está uma menina de quatro anos. ImunizaçãoCerca de 4 mil cães haviam sido imunizados, mas mesmo assim foram abatidos, por temores de que a imunização não funcionasse.Nas estradas, postos rodoviários foram montados para que nenhum cachorro escapasse da província. Só cães policiais e militares foram poupados.A legislação chinesa sobre proteção de animais é considerada precária por ativistas.

Um comentário:

Justiça divina disse...

Malditos chineses, raça imunda que envergonha os asiáticos!

O governo chines é corrupto até o último fio de cabelo, portanto não merecem gradibilidade. Os chineses falsificam tudo, até a historia!

Voces sabiam que o Massacre de Nanquim ("O Estupro de Nanquim: O Holocausto de Nanquim"), Mulheres de conforto, foi tudo inventado?

20 dias antes da queda de Nanquim, a população da cidade estava em 200.000, de acordo com europeus e americanos que estavam lá naquele tempo. Oito dias depois da queda ainda restavam 200.000. Ninguém indicou uma vasta diminuição da população devido a suposta matança ocorrido. Confrontado estes fatos, como pode qualquer um reivindicar que 300.000 chineses foram assassinados em Nanking?


Foram feitos os primeiros estudos detalhados das 143 fotografias oferecidas como evidência “do Massacre de Nanquim.” Após verificar aproximadamente 30.000 fotografias (antes e depois da captação japonesa de Nanquim), foi descoberto que cada uma das fotografias do massacre publicadas em 1937-8 são Falsificações. Todas as fotografias são montagens, encenados, ou substituídos por falsas. Nenhuma delas é prova de um massacre em Nanquim.

Agora os chineses querem fazer papel de coitadinhos diante do mundo.


Pra quem estiver interessado, visite o site: http://www.ne.jp/asahi/unko/tamezou/nankin/fiction/index.html, o site desmascara as mentiras do Massacre de Nanquim.