18 de ago de 2006

















FIM DOS TEMPOS!!!
A DEGRADAÇÃO TOTAL E IRREVERSÍVEL DA RAÇA HUMANA

18/08/2006 - 12h10Britânica dança com porco morto e enfurece ativistas

LONDRES (Reuters) - Ativistas de direitos dos animais descreveram como "doentia" a performance artística envolvendo uma mulher nua embalando um porco morto durante quatro horas.
O show de Kira O'Reilly, chamada "Inthewrongplaceness", será apresentado na galeria de arte Newlyn, em Penzance, sudoeste da Inglaterra, na sexta-feira.
James Green, diretor da galeria, defendeu a apresentação, dizendo que a audiência seria controlada, com uma pessoa entrando por vez para assisti-la, durante 10 minutos cada.
"Com relação ao ponto de vista da galeria, sentimos realmente que deveríamos fornecer ao público do local a oportunidade de ver esse tipo de trabalho, que só pode ser experimentado em Londres", disse ele à Reuters.
Ele acrescentou que a galeria "não havia recebido nenhuma reclamação direta" sobre o show, uma das várias apresentações que fazem parte do programa Tract de arte ao vivo.
Mas uma porta-voz da organização Pessoas em Defesa do Tratamento Ético dos Animais (Peta, na sigla em inglês), chamou a performance de "doentia".
"Como a senhorita O'Reilly parece depender do choque de usar um porco assassinado como acessório, talvez a falta de talento para atuar como uma artista respeitável possa sugerir que ela deveria arrumar um emprego diário em vez disso, para pagar as contas", declarou ela.
"Crueldade não é entretenimento".
No website da galeria (
www.newlynartgallery.co.uk), O'Reilly chama a performance de "uma dança lenta e esmagadora com um porco, para um pessoa por vez".
"O trabalho me deixou com uma tendência à porquice, fantasias inesperadas de fusão e metamorfose entre espécies começaram a bruxulear em minha consciência".
(Por Mike Collett-White)

2 comentários:

Mancholas disse...

Esta mulher devia ser internada num manicómio. Porca é o que ela é. Enoja-me ver pessoas como estas, que não tem mais nada que fazer do que "brincar" com os animais

Anônimo disse...

de facto n se justifica que se mate e coma o porco td bem agora este espetáculo é ridiculo próprio de uma mente débil