19 de ago de 2006






















BOYCOTT CHINA FOR ANIMAL CRUELTY
O GOVERNO CHINÊS PREFERE ACABAR COM A "RAIVA" MATANDO AO INVÉS DE VACINAR
BOICOTE TOTAL À CHINA
ESCREVA PROTESTANDO PARA:

1. Sra. Li Jiaoyun
Cônsul Geral da República Popular da China em São Paulo
consuladodachina@terra.com.br

2. Sr.Jiang Yuande
Embaixador Geral da Republica Popular da China no Brasil
chinaemb_br@mfa.gov.cn

3. Sr. Li Zhongliang
Cônsul Geral da Republica Popular da China no Rio de Janeiro
chinaconsul_rj_br@mfa.gov.cn

3 comentários:

sa morais disse...

Vou programar um post com esta imagem e procurar a morada da embaixada ou consulado da trampa chinesa cá em Portugal.

jinho!

sa morais disse...

Desculpa lá o jinho! :) È um abraço! Por momentos pensei que estava no blog de uma amiga minha, a Sofia. Confusões...

Então, um abraço!

Anti-China disse...

O governo chines é corrupto até o último fio de cabelo, portanto não merecem gradibilidade. Os chineses falsificam tudo, até a historia!

Voces sabiam que o Massacre de Nanquim ("O Estupro de Nanquim: O Holocausto de Nanquim"), Mulheres de conforto, foi tudo inventado?

20 dias antes da queda de Nanquim, a população da cidade estava em 200.000, de acordo com europeus e americanos que estavam lá naquele tempo. Oito dias depois da queda ainda restavam 200.000. Ninguém indicou uma vasta diminuição da população devido a suposta matança ocorrido. Confrontado estes fatos, como pode qualquer um reivindicar que 300.000 chineses foram assassinados em Nanking?


Foram feitos os primeiros estudos detalhados das 143 fotografias oferecidas como evidência “do Massacre de Nanquim.” Após verificar aproximadamente 30.000 fotografias (antes e depois da captação japonesa de Nanquim), foi descoberto que cada uma das fotografias do massacre publicadas em 1937-8 são Falsificações. Todas as fotografias são montagens, encenados, ou substituídos por falsas. Nenhuma delas é prova de um massacre em Nanquim.

Agora os chineses querem fazer papel de coitadinhos dinte do mundo.


Pra quem estiver interessado, visite o site: http://www.ne.jp/asahi/unko/tamezou/nankin/fiction/index.html, o site desmascara as mentiras do Massacre de Nanquim.