23 de jul de 2006























Ralph Lauren diz não às peles de animais

A Polo Ralph Lauren Corporation já tinha vindo a considerar durante algum tempo a exclusão de peles de animais dos seus artigos e, após uma série de reuniões com a PETA, durante as quais foram exibidos vídeos sobre o comércio de peles de animais na China, finalmente emitiu uma declaração oficial com a sua decisão em não utilizar mais peles de animais. A empresa enviou à PETA uma declaração assinada, na qual reconhece a sua intenção em retirar toda a publicidade a peles de animais, cancelar todas as encomendas pendentes de produtos fabricados com pele de animais e, a partir do lançamento das novas colecções para 2006, não vender mais quaisquer produtos com peles de animais. Doze mil dos novos casacos em pele pertencentes à colecção de Outono de 2006 serão doados a instituições de caridade em países subdesenvolvidos

Victory for animal rights campaigners as Ralph Lauren shuns fur
By David Usborne in New York
Published: 10 June 2006
The footsoldiers in the war against fur in fashion chalked up an important victory when the American clothing giant Polo Ralph Lauren said that it would stop using animal pelts across all of its products, beginning from the Christmas shopping season later this year.
The decision to forgo fur by the New York-based fashion house is a notable coup for animal rights groups, particularly People for the Ethical Treatment of Animals (Peta).

4 comentários:

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

Anônimo disse...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»