12 de mar de 2006



Há séculos os animais são escravizados pela raça humana.
Considerados seres irracionais e inferiores, o homem faz uso dessas criaturas como bem entende, desprezando o fato de que os animais são seres sencientes, assim como nós.
Animais são utilizados em larga escala para alimentação, experimentos e até na diversão dos humanos.
Temos combatido o uso de animais na vivissecção e experimentação animal pelas entidades de ensino e pesquisa. Temos combatido o uso de animais pelos rituais religiosos e tradições culturais. Temos combatido o uso de animais pela cruel industria da pele, a matança indiscriminada dos animais recolhidos pelos cczs, o tráfico de animais silvestres e o desmatamento. Mas, nossos avanços são insignificantes se levarmos em consideração apenas um ítem: O Brasil é o maior abatedouro do mundo.
Tornar-se vegetariano é fundamental para que possamos visualizar um horizonte menos sombrio para os animais e para nossa própria espécie. Na busca desenfreada pelo dinheiro, florestas são devastadas, o solo e a água estão cada vez mais contaminados pelo acumulo de dejetos provenientes das fazendas de criação.
O homem precisa urgentemente rever os seus conceitos. Ele esquece que os animais e o meio ambiente fazem parte de um ecossistema do qual ele pertence também. O desequilíbrio do ecossistema está cada vez mais evidente. Se não mudarmos nossos hábitos alimentares, ironicamente, a população do maior produtor de carne do mundo, passará fome.
O futuro já começou. O surgimento de novas epidemias, as manifestações da natureza, talvez seja um alerta. Um aviso para que olhemos os animais com outros olhos. Um aviso para que comecemos a devolver, tudo aquilo que roubamos durante séculos de escravização. Nossa dívida para com os animais tornou-se imensa. E, antes que ela se torne impagável, melhor começarmos a resgatá-la.
Engaje-se nesta luta. Seja um Abolicionista Animal. Ajude-nos a devolver aos animais, aquilo que nenhum de nós gostaria de perder: DIREITO À VIDA,LIBERDADE E RESPEITO.
Você pode fazer a diferença.

PELO FIM DO HOLOCAUSTO ANIMAL
Fábio Paiva
Ativista pelos Direitos dos Animais

Nenhum comentário: