31 de mar de 2006


MURDERERS !
SHAME AND HUMANITY
CANADA HAS NEITHER THE FORMER NOR THE LATTER!
BOYCOTT NOW!!!

29 de mar de 2006


325 MIL FOCAS ESTÃO CONDENADAS À MORTE

Mais uma vez, o governo do Canadá se recusa a atender aos apelos mundiais. A intolerância, a ganância por dinheiro, fala mais alto. Com o falso argumento de atividade sustentável baseada em rígidos princípios de conservação. "O governo do Canadá regulamenta a caça às focas por meio do Ministério de Pesca e Oceanos (Department of Fisheries and Oceans – DFO). A proporção de animais que podem ser caçados baseia-se em rígidos princípios de conservação, bem como em um compromisso com aconselhamentos científicos para ajudar a assegurar a saúde contínua e a abundância das populações de focas". Elaborado pelo: Ministério das Relações Exteriores e do Comércio Internacional do Canadá (Foreign Affairs & International Trade) em parceria com o Departamento de Pesca e Oceanos do Canadá (Fisheries & Oceans Department - DFO).

ACREDITE SE QUISER!

12 de mar de 2006



Há séculos os animais são escravizados pela raça humana.
Considerados seres irracionais e inferiores, o homem faz uso dessas criaturas como bem entende, desprezando o fato de que os animais são seres sencientes, assim como nós.
Animais são utilizados em larga escala para alimentação, experimentos e até na diversão dos humanos.
Temos combatido o uso de animais na vivissecção e experimentação animal pelas entidades de ensino e pesquisa. Temos combatido o uso de animais pelos rituais religiosos e tradições culturais. Temos combatido o uso de animais pela cruel industria da pele, a matança indiscriminada dos animais recolhidos pelos cczs, o tráfico de animais silvestres e o desmatamento. Mas, nossos avanços são insignificantes se levarmos em consideração apenas um ítem: O Brasil é o maior abatedouro do mundo.
Tornar-se vegetariano é fundamental para que possamos visualizar um horizonte menos sombrio para os animais e para nossa própria espécie. Na busca desenfreada pelo dinheiro, florestas são devastadas, o solo e a água estão cada vez mais contaminados pelo acumulo de dejetos provenientes das fazendas de criação.
O homem precisa urgentemente rever os seus conceitos. Ele esquece que os animais e o meio ambiente fazem parte de um ecossistema do qual ele pertence também. O desequilíbrio do ecossistema está cada vez mais evidente. Se não mudarmos nossos hábitos alimentares, ironicamente, a população do maior produtor de carne do mundo, passará fome.
O futuro já começou. O surgimento de novas epidemias, as manifestações da natureza, talvez seja um alerta. Um aviso para que olhemos os animais com outros olhos. Um aviso para que comecemos a devolver, tudo aquilo que roubamos durante séculos de escravização. Nossa dívida para com os animais tornou-se imensa. E, antes que ela se torne impagável, melhor começarmos a resgatá-la.
Engaje-se nesta luta. Seja um Abolicionista Animal. Ajude-nos a devolver aos animais, aquilo que nenhum de nós gostaria de perder: DIREITO À VIDA,LIBERDADE E RESPEITO.
Você pode fazer a diferença.

PELO FIM DO HOLOCAUSTO ANIMAL
Fábio Paiva
Ativista pelos Direitos dos Animais

7 de mar de 2006


"Chegará o dia em que os homens conhecerão o íntimo dos animais, e, neste dia, um crime contra um animal será considerado um crime contra a humanidade".
Leonardo da Vinci (1452-1519)

Declaração Universal dos Direitos do Animal

Art. 1º - Todos os animais nascem iguais perante a vida e têm os mesmos direitos à existência.
Art. 2º - O homem, como a espécie animal, não pode exterminar os outros animais ou explorá-los violando este direito; tem obrigação de colocar os seus conhecimentos a serviço dos animais.
Art. 3º - Todo animal tem direito à atenção, aos cuidados e à proteção do homem. Se a morte de um animal for necessária, deve ser instantânea, indolor e não geradora de angústia.
Art. 4º - Todo animal pertencente a uma espécie selvagem tem direito a viver livre em seu próprio ambiente natural, terrestre, aéreo ou aquático, e tem direito a reproduzir-se; Toda privação de liberdade, mesmo se tiver fins educativos, é contrária a este direito.
Art. 5º - Todo animal pertencente a uma espécie ambientada tradicionalmente na vizinhança do homem tem direito a viver e crescer no ritmo e nas condições de vida e de liberdade que forem próprias de sua espécie; Toda modificação deste ritmo ou destas condições, que forem impostas pelo homem com fins mercantis, é contrária a este direito.
Art. 6º - Todo animal escolhido pelo homem como companheiro tem direito a uma duração de vida correspondente à sua longevidade natural; Abandonar um animal é ação cruel e degradante.
Art. 7º - Todo animal utilizado em trabalho tem direito à limitação razoável da duração e intensidade desse trabalho, alimentação reparadora e repouso.
Art. 8º - A experimentação animal que envolver sofrimento físico ou psicológico é incompatível com os direitos do animal, quer se trate de experimentação médica, científica, comercial ou de qualquer outra modalidade; As técnicas de substituição devem ser utilizadas e desenvolvidas.
Art. 9º - Se um animal for criado para alimentação, deve ser nutrido, abrigado, transportado e abatido sem que sofra ansiedade ou dor.
Art. 10º - Nenhum animal deve ser explorado para divertimento do homem; As exibições de animais e os espetáculos que os utilizam são incompatíveis com a dignidade do animal.
Art. 11º - Todo ato que implique a morte desnecessária de um animal constitui biocídio, isto é, crime contra a vida.
Art. 12º - Todo ato que implique a morte de um grande número de animais selvagens, constitui genocídio, isto é, crime contra a espécie; A poluição e a destruição do ambiente natural conduzem ao genocídio.
Art. 13º - O animal morto deve ser tratado com respeito; As cenas de violência contra os animais devem ser proibidas no cinema e na televisão, salvo se tiverem por finalidade evidenciar ofensa aos direitos do animal.
Art. 14º - Os organismos de proteção e de salvaguarda dos animais devem ter representação em nível governamental;
Os direitos do animal devem ser defendidos por lei como os direitos humanos.

4 de mar de 2006



Agência Estado 01/03/06

Paul McCartney protesta contra caça às focas no Canadá O ex-Beatle e sua mulher Heather viajaram para o Canadá antes da temporada de caça
AP
Toronto - O ex-Beatle Paul McCartney e sua mulher Heather Mills viajaram para o Canadá para ver as crias de focas antes que comece a caça anual, segundo informou a Sociedade Humana dos Estados Unidos.
Paul e Heather, que são ativistas pelos direitos dos animais, foram ao Golfo de San Lorenzo, no Canadá, na quinta e sexta-feira passadas, com o objetivo de evitar que as focas sejam caçadas.
"A visita do casal chamará a atenção global dos meios de comunicação para esta cruel e desnecessária matança de focas", disse, ontem, Rebecca Aldworth, da Sociedade Humana dos Estados Unidos. A previsão é de que cerca de 319 mil focas "arpa" sejam caçadas.
Geralmente a temporada de caça às focas se prolonga desde meados de março até meados de abril. As peles são vendidas nos mercados da China e Rússia.

3 de mar de 2006



Abolição

Libertação Animal é isso. Libertar os animais dos grilhões do especismo humano.

Somos os novos abolicionistas. Estamos escrevendo um novo capítulo na história da humanidade, igualmente nossos antecessores o fizeram para libertar os negros.

Sei que não colheremos o fruto do nosso trabalho mas creio firmemente que o nosso ideal está sendo semeado e certamente as futuras gerações de seres humanos poderão colher. Um dia, lá no futuro distante, a árvore da Libertação Animal vai amanhecer com seu fruto finalmente.
O fruto da compaixão pelos animais.

Fico muito satisfeito quando vejo nas manifestações uma grande quantidade de jovens. Isso só reforça ainda mais o que penso sobre o futuro.

A Libertação Animal começa pelo nosso hábito alimentar.
Deixar de comer qualquer tipo de carne, bem como qualquer derivado de origem animal não é tão difícil assim. Apenas uma questão de costume.
No final do dia, ao se deitar, pare para pensar como foi muito bom ter vivido esse dia sem culpa nenhuma pela morte cruel de um animal.

A todos os abolicionistas modernos, em nome dos animais, a minha gratidão.

2 de mar de 2006




A ganância do ser humano por dinheiro não tem limites.
Animais são retirados de seus habitats naturais e são escravizados pelos donos de circos.
Qual é a graça de ver um tigre pulando um arco de fogo?
Qual é a graça de ver um chimpanzé andando de bicicleta?
Qual é a graça de ver um animal vestindo roupas?
Só mesmo a estúpida raça humana para ver graça nisso.